‘Nem um sonho é impossível’, diz paciente caloura do Hospital Oncológico Infantil

‘Quando eu ia para o cursinho, sentia muita dor, mas não falava nada para minha mamãe’, relembra a paciente S.D.S, de 16 anos. Internada há alguns dias no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém (PA), a adolescente celebrou, dentro da unidade, um momento especial: a aprovação no vestibular.

E a conquista, teve festa surpresa com direito ao cartaz para a caloura, lanche, balões e a música tradicional dos aprovados tocou no sistema de rádio interna do Hospital Oncológico Infantil. ‘Quando eu soube que ia ficar internada, chorei tanto. No dia que saiu o listão, os meus amigos ligaram da sala de aula gritando o meu nome. Eu me senti muito mal por estar aqui, eu queria estar lá. Essa surpresa que o hospital fez vai ficar como um dos melhores momentos desses últimos dias’, declarou a adolescente hospitalizada para realizar esclarecimento de diagnóstico.

A adolescente foi aprovada para o curso de licenciatura em Física, na Universidade do Estado do Pará. E essa menina que sempre teve nos estudos o seu porto seguro, tem muitos planos para o futuro. ‘Meu maior sonho é conseguir meu diploma, dar aulas de Física, e me curar. Nem um sonho é impossível’, falou a caloura que também foi aprovada no processo seletivo para a vaga Licenciatura em Letras, Língua Inglesa da Universidade Federal do Pará.