Canto da Empreendedora chega à décima edição

A movimentação diferente na recepção do Hospital Público Estadual Galileu chamou a atenção dos colaboradores e usuários da unidade. “Conversei com todas as mulheres para saber as suas histórias e descobri mais do que o empreendedorismo, a coragem dessas mães é algo que as fortalece”, conta a técnica de Enfermagem na unidade, Alba Oliveira.

As histórias que chamaram a atenção de Alba são de mulheres que fazem parte do Canto da Empreendedora, projeto do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo que estimula o empreendedorismo e a autonomia financeira das mães e acompanhantes das crianças e adolescentes em tratamento na unidade.

Realizado desde setembro do ano passado, o Canto da Empreendedora acontece uma vez por mês na recepção do Oncológico Infantil. Neste mês de maio, com duas feiras realizadas em comemoração ao Dia da Mães, sendo uma delas no Hospital Galileu, o Canto da Empreendedora chegou a sua décima edição.

Vilma de Oliveira acompanha o filho em tratamento no Oncológico há um ano e oito meses e é participante do Canto da Empreendedora desde o início. Ausente em apenas uma edição, hoje ela comemora a possibilidade de poder continuar vendendo cosméticos como fazia em Paragominas. “Tem sido uma ótima oportunidade. Aprendo mais sobre o meu negócio e hoje consigo complementar a renda da família”, conta ela.

Para a diretora-geral do Oncológico Infantil, os resultados alcançados têm fortalecido o projeto que tem como base os Princípios de Empoderamento das Mulheres, iniciativa do Pacto Global das Organizações das Nações Unidas (ONU) e ONU Mulheres, do qual o Oncológico é signatário desde 2017.

“Expandir a Feira além do hospital sempre foi um dos nossos objetivos. Esse e outros resultados nos incentivam a continuarmos criando novas possibilidades e atividades para sensibilizar, capacitar e despertar o potencial produtivo dessas mulheres que acompanham as crianças e adolescentes em tratamento na unidade, destaca a diretora-geral do Oncológico Infantil, Alba Muniz.