Hospital Oncológico Infantil ultrapassa 300 mil atendimentos em 2018

Com apenas três anos de funcionamento, o Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém (PA), encerrou o ano de 2018 com importantes resultados alcançados. Referência para o diagnóstico e tratamento especializado do câncer em crianças e adolescentes na região Norte, a Unidade realizou 328.583 atendimentos, resultado 20% superior ao obtido em 2017 e ainda se tornou o primeiro hospital público de câncer infantojuvenil certificado com o selo ONA 2.

Para a Diretora Hospitalar do Oncológico Infantil, Alba Muniz, os resultados são confirmação da capacidade assistencial da Unidade que, no último mês alcançou 98% de satisfação dos seus usuários. “Os números mostram o aumento nos diferentes tipos de atendimentos, mas o mais importante é que desde o início, temos garantido essa assistência sem filas, com qualidade e de fácil acesso para a população”, destacou.

Entre os diversos serviços prestados durante o ano, muitos trazem números expressivos como 158.834 exames, 120.904 atendimentos da Equipe Multiprofissional (Assistente Social, Fisioterapeuta, Terapeuta Ocupacional, Psicologia e Fonoaudiologia), 17.646 consultas médicas, 1.577 internações, 430 cirurgias e 29.192 sessões de quimioterapia.

Há quase dois meses, alguns desses atendimentos tem feito parte da vida de Antônia Marcia dos Santos e seu filho Werick, de 9 anos, que foi um dos 345 novos casos registrados neste ano na Unidade, que desde a sua inauguração é gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, por meio de contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa).

Depois de um período de adaptação, principalmente para a mãe, os dois aguardam os últimos exames para a realização de uma nova cirurgia. “Os primeiros dias foram um pouco difíceis porque era tudo muito novo, mas toda a equipe sempre esteve por perto conversando com a gente e isso me fez aprender bastante”, conta Antônia enquanto a filho.

Reconhecimento

Além do aumento nos atendimentos, outros resultados alcançados pelo Hospital Oncológico Infantil ao longo do ano, fortaleceram as práticas de gestão da Unidade. “Nos dedicamos exclusivamente ao diagnóstico e tratamento do câncer em crianças e adolescentes. Isso nos traz a responsabilidade de investirmos em melhorias para a assistência, no desenvolvimento dos nossos profissionais e na troca de experiências com os principais especialistas em oncologia pediátrica do país”, explica Alba Muniz.

As melhorias e investimentos foram reconhecidas pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), uma das principais entidades avaliadoras das instituições prestadoras de serviços de saúde no Brasil. Em 2018, o Hospital Oncológico Infantil se tornou a primeira unidade pública de saúde dedicada exclusivamente ao tratamento câncer infantojuvenil a conquistar o selo ONA 2.