Crianças em tratamento oncológico participam de baile de carnaval em Belém

Crianças em tratamento oncológico, em Belém (PA), puderam dançar e se divertir no 3º Bailinho de Carnaval do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, que aconteceu nesta sexta-feira, 1/3, com a presença de integrantes da bateria da escola de samba Rancho Não Posso Me Amofiná. A festa aconteceu na brinquedoteca da Unidade, que é administrada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Rebeca Vitória Teixeira de Sousa, de 3 anos, foi uma das crianças que aproveitou cada segundo da festa. Animada, ela não parava de dançar sob o olhar atento da mãe Revelly Maitê Teixeira de Sousa, de 24 anos. “Quando eu cheguei e vi essa festa, comecei a chorar. Quando passamos por uma situação como essa ficamos muito privados de tudo e momentos como esse são muito gratificantes”, afirmou Revelly.

Para a supervisora de Humanização do Oncológico Infantil, Tirza Ferreira, ações como essa são muito importantes para que as crianças continuem desenvolvendo uma vida normal durante o tratamento. “O nosso objetivo é sempre fazer o trabalho humanizado com as crianças, por isso, além da parte medicamentosa, levamos também o lúdico. São crianças que, mesmo internadas, não podem perder a infância. Nós buscamos trazer para a nossa realidade as atividades que elas teriam lá fora, se estivessem frequentando a escola regular, como o baile de Carnaval, para que elas sintam essa alegria”, disse.

As crianças e adolescentes que não estão internadas na Unidade, porém seguem em fase de acompanhamento ambulatorial também foram recepcionados com um baile de carnaval que aconteceu na quinta-feira, 28/2, na recepção da Unidade. A festa também contou com a participação de integrantes da escola de samba Quem São Eles.

O Hospital Oncológico Infantil é referência no tratamento e diagnóstico do câncer infantojuvenil, na faixa etária de 0 a 19 anos, e atende em sua totalidade pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).