Carimbó da Dona Onete leva alegria para crianças no Oncológico Infantil

O Natal das crianças e adolescentes em tratamento contra o câncer no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém, chegou mais cedo e com um som bem característico para os paraenses: o carimbó. A responsável pela magia musical na festa natalina foi Dona Onete, uma das divas do ritmo que é considerado Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil. A festividade ocorreu nesta sexta-feira (20).

O encontro cm as crianças foi um pedido da própria cantora que, ao som de “Banzeiro”, “No Meio do Pitiú” e de outros sucessos animou a criançada atendida na unidade, gerenciada pela Pró-Saúde, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), e que é referência no tratamento do câncer infantojuvenil no Pará e na Região Norte do Brasil.

“Sempre quis fazer uma festinha para essas lindas crianças. Era umas das coisas que eu mais queria fazer nesse Pará. Fiquei muito feliz de ter feito neste Natal, acabei ganhando um presente também porque estou levando a alegria das crianças, médicos, enfermeiros e das mães”, comemora Dona Onete.

Natural de Curuçá, no nordeste do Pará, Liciane Magda Cunha acompanha a filha Luane, que está em um tratamento contra uma leucemia, descoberta há quase seis meses. Com a visita e o pocket show de Dona Onete, além de conhecer a cantora, Liciane também pode mostrar à filha de apenas um ano e cinco meses, um pouco da cultura da cidade natal, que é conhecida como terra do carimbó.

“Foi uma manhã muito divertida. A Dona Onete é muito simpática e as músicas me fizeram lembrar dos festivais de folclore da minha cidade, que sempre tem as barracas de carimbó”, conta Liciane.

Gilvânia Oliveira, diretora Administrativa Financeira da Oncológico Infantil, destacou a importância da visita de Dona Onete e o quanto ela pode fazer a diferença no tratamento das crianças. “A alegria da Dona Onete é contagiante e a gente evidência isso com o sorriso e o brilho nos olhos de cada criança e colaborador. Estamos às vésperas do Natal e essa doação de tempo e carinho são muito importantes para todos que estão aqui”, ressaltou Gilvânia.

Sobre o Hospital

Unidade pública de saúde pertencente ao Governo do Estado do Pará e gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, o Oncológico Infantil é referência para o diagnóstico e tratamento especializado de crianças e adolescentes com câncer na região Norte.

Atualmente, cerca de 950 crianças e adolescentes de municípios do Pará e de estados vizinhos, como o Amapá, estão em tratamento na unidade. Em quatro anos, a Unidade realizou mais 1 milhão de atendimentos, entre eles 110 mil sessões de quimioterapias, 56.049 consultas, 651 mil exames e 5.533 internações, com um índice de aprovação atual de 98%.

Em 2019, o Hospital se tornou a primeira unidade na rede pública do país, com atendimento em oncologia pediátrica, a conquistar a certificação ONA 3 – Acreditado com Excelência. Esse é o maior nível de reconhecimento concedido pela Organização Nacional de Acreditação, entidade respeitada e com atuação nacional responsável pela avaliação dos serviços de saúde do País, destacando os melhores resultados de gestão, qualidade e segurança voltados ao paciente.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 22 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.