Voluntários garantem a produção de novos exemplares do livro “Minha História”

A história do adolescente Jerllyson de Paula, de 15 anos, que decidiu ajudar crianças em tratamento contra o câncer, a partir de um livro contando a própria história de oito anos de luta contra uma leucemia, vai poder chegar a mais pessoas graças a novos voluntários que se disponibilizaram a ajudar na causa.

Depois de dois eventos de lançamento realizados nas livrarias Saraiva e Leitura, em dois shoppings de Belém (PA), quando 350 livros foram doados, a equipe do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, onde garoto faz tratamento há quatro anos, foi procurada por novos voluntários interessados em doar a impressão de novos exemplares.

“Esse é um dos objetivos do Hospital com o projeto Fada Madrinha: contar sempre com o apoio da sociedade para realizar os sonhos dos nossos pacientes, fortalecendo ainda mais a rede de assistência à criança com câncer”, explica Viviane Lesses, gerente de Qualidade do Oncológico Infantil.

Os novos exemplares devem na chegar na próxima semana e é com eles que Jerllyson pretende chegar ao seu público principal desde quando pensou no Livro. “Escrevi minha história pensando em ajudar meus amigos. Agora vou poder entregar para eles”, conta o adolescente.

O Hospital Oncológico Infantil é uma unidade pública de saúde do Governo do Estado do Pará, gerenciado desde a sua inauguração em 2015, pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, uma das maiores instituições de gestão em saúde no país.

A unidade é referência para o diagnóstico e tratamento especializado de crianças e adolescentes com câncer na região Norte. Em 2019, se tornou a primeira unidade na rede pública do país com atendimento em oncologia pediátrica, a conquistar a certificação ONA 3 – Acreditado com Excelência.